David Nance/USDA Agricultural Research Service

As formigas não são as únicas criaturas que podem ser transformadas em zumbis por microorganismos. Um vírus conhecido como baculovirus infecta lagartas e as fazem subir ao topo das plantas que vivem antes de morrer (foto). Os cadáveres em decomposição nas partes mais altas, fornecem uma chuva de mais baculovírus sobre as folhagens abaixo, permitindo assim a infecção das vítimas futuras. Aves também comem as larvas mortas, espalhando o vírus em longas distâncias. 

Agora, os pesquisadores revelaram como o baculovirus manipula seus hospedeiros em primeiro lugar. A publicação on-line na Biology Letters mostra que o vírus altera a forma como as lagartas respondem à luz. Larvas não infectadas sobem e descem nas plantas hospedeiras, independentemente das condições de luz. Elas nunca subem tão alto ao ponto de alcançar o topo das plantas. Além disso, as lagartas maduras descem para um local seguro na base da planta antes de se tornar pupas imóveis. Mas larvas infectadas na presença de luz começam a escalar três dias depois de serem infectadas e, em seguida, sobem quase 3,5 metros ao longo das próximas 14 horas.

Lagartas infectadas em completa escuridão, no entanto, não subiram tão alto e morreram em alturas mais baixas. O vírus, assim, faz as lagartas se moverem em direção à luz, que por sua vez as fazem escalar suas plantas hospedeiras para morrerem no topo.

Fonte: Science
COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo as aves sobreviveram à extinção dos dinossauros?
Próximo artigoCursar Biologia ou não?
Guellity Marcel
Biólogo, mestre em Ecologia e Conservação e apaixonado por ciência e tecnologia. Tem interesse em ecologia de populações e comunidades, sustentabilidade e mudanças climáticas, mas sua maior paixão são os negócios sociais e ambientalmente responsáveis. Atualmente está trabalhando no desenvolvimento de uma empresa para solucionar problemas socioambientais em larga escala.
  • Post interessante, recentemente li uma matéria da national geographic Brasil sobre animais zumbis, também recomendo