Quando vemos aves voando através do céu, estamos realmente olhando para dinossauros vivos, afinal, as aves são a única linhagem desses animais poderosos que sobreviveram à extinção em massa – veja mais no post “Como as aves sobreviveram à extinção dos dinossauros?“.

Recentemente pesquisadores dizem ter encontrado, na China, o maior dinossauro com asas já descoberto – uma criatura elegante, adornada com várias camadas de penas – que viveu há cerca de 125 milhões de anos. É quase certo que esta espécie não podia voar, pois, a maioria das espécies de dinossauros com asas e penas era apenas saltadoras-planadoras. No entanto, os pesquisadores afirmam que as asas e penas evoluíram originalmente para atender à outras funções, como atrair parceiros e manter os ovos quentes.

Ao longo dos últimos 20 anos, milhares de espécimes de dinossauros emplumados foram encontrados na província do nordeste da China, em Liaoning, sendo importantes achados que contribuíram grandemente para a compreensão dos pesquisadores sobre as origens do vôo. Um dos mais importantes dinossauros desses grupos encontrados em Liaoning são os dromeossauros, que incluem o famoso Velociraptor (de Jurassic Park) e o Microraptor, um dos poucos dinossauros em que os cientistas concordam amplamente que provavelmente poderia voar. Isso deixa em aberto a questão da funcionalidade das asas dos dinossauros.

Agora, os paleontólogos Junchang Lü da Academia Chinesa de Ciências Geológicas em Pequim e Stephen Brusatte, da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, descrevem o maior dinossauro conhecido com asas de aves e penas. O novo espécime, quase completo, é chamado de Zhenyuanlong suni. O nome foi uma homenagem à Zhenyuan Sun, um representante do museu local onde o fóssil é mantido, acompanhado pelo o termo “long”, que significa dragão no mandarim chinês. O dinossauro possuía cerca 1,65 metros de comprimento e pesava aproximadamente 20 kg, pouco maior e quase duas vezes mais pesado que um condor moderno.

INCRIVEL Pesquisadores encontram o maior dinossauro com asas 2

Conheça nossos cursos online!
Clique aqui.

Esqueleto quase completo do dinossauro Zhenyuanlong suni, encontrado na província de Liaoning no nordeste da China. Foto: Junchang Lu e Stephen Brusatte. 

Esse peso, juntamente com seus braços muito curtos em comparação com a maioria dos dromeossauros, quase certamente indicam que ele não podia voar, Lü e Brusatte dizem. No entanto, diferentemente da maioria dos dinossauros emplumados, Zhenyuanlong suni ostentou um conjunto completo de asas e penas complexas, típicas das aves modernas.

Uma possibilidade, dizem os pesquisadores, é que Zhenyuanlong suni evoluiu à partir de ancestrais dinossauros que poderiam uma vez ter voado, de forma semelhante à maneira que aves não-voadoras, como avestruzes de hoje e pinguins, evoluíram a partir de ancestrais voadores. Mas o mais provável, eles pensam, é que as asas e penas teriam servido para alguma outra função, como atrair o sexo oposto, tanto quanto pavões fazem hoje, ou, manter seus ovos quentes.

INCRIVEL Pesquisadores encontram o maior dinossauro com asas

Reconstrução do Zhenyuanlong suni feita pelo artista Zhao Chuang.

“Este espécime é particularmente importante porque ajuda a confirmar que a evolução das asas dos dinossauro, e, portanto, as asas das aves, não foi necessariamente intimamente ligada à evolução do vôo”, diz Michael Habib, um paleontólogo da Universidade do Sul da Califórnia em Los Angeles. Por outro lado, diz Habib, suas asas ainda poderiam ter ajudado a saltar de bordas ou correr até declives íngremes, os chamados “saltadores-planadores”, comportamentos observados em aves que não voam hoje.

Alex Dececchi, um paleobiólogo da Universidade de Queenm em Kingston, Canadá, concorda com a sugestão dos autores de que as penas e asas do Zhenyuanlong suni poderiam ter sido utilizadas para a exposição sexual ou outros tipos de sinalização. “Nós sabemos que grandes penas apareceram ainda mais cedo na linhagem que leva para as aves, assim como plumagem colorida. Isto sugere que a exposição provável teve um grande papel na vida dos dinossauros. Se assim for, isso pode ter ajudado uma linhagem de dinossauros, as aves, abrindo caminho através da extinção em massa que dizimou todos os outros.

FONTEScience
COMPARTILHAR
Artigo anteriorEbook: Tudo sobre o curso de Biologia
Próximo artigoSurpresa: cobras constritoras não matam por asfixia
Guellity Marcel
Biólogo, mestre em Ecologia e Conservação e apaixonado por ciência e tecnologia. Tem interesse em ecologia de populações e comunidades, sustentabilidade e mudanças climáticas, mas sua maior paixão são os negócios sociais e ambientalmente responsáveis. Atualmente está trabalhando no desenvolvimento de uma empresa para solucionar problemas socioambientais em larga escala.