Com certeza você já passou perto de vários animais e nem sequer notou a presença deles! Isso ocorre porque alguns animais podem se camuflar, sendo facilmente confundidos com cascas de troncos, folhas, galhos secos, vegetações e outras coisas encontradas nos ambientes que eles vivem.  Dentre os animais que se camuflam, existem espécies de peixes, répteis, aves, anfíbios, mamíferos e até de invertebrados, representados principalmente pelos insetos.

Em alguns animais, a camuflagem está relacionada apenas à coloração, porém, em outros, a camuflagem pode estar relacionada com a forma do corpo, forma das estruturas e até com o comportamento do bicho!

Por esta razão, os processos evolutivos responsáveis pelas diferentes camuflagens no mundo animal muitas vezes tem sido um grande mistério para os biólogos, o que torna essas criaturas ainda mais incríveis e fascinantes.

Vejamos agora algumas criaturas camufladas muito interessantes, começando por um peixe-escorpião-amarelo (Rhinopias sp.). Os peixes escorpiões pertencem ao gênero Rhinopias e são nativos do Oceano Índico e Pacífico, sendo comumente encontrados em regiões próximas da costa, principalmente em grandes recifes de corais, onde ficam perfeitamente camuflados. Eles são predadores que se deslocam pouco, do tipo “senta e espera”, atacando as presas despercebidas com apenas um bote certeiro.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades

Foto: Mathieu Meur

Outro animal muito curioso é o urutau, nome vulgar das espécies de aves que pertencem ao gênero Nyctibius.  Estas espécies ficam, ao longo do dia, no topo de troncos e galhos secos, com a cabeça inclinada para cima, olhos fechados e corpo estático. Essa estratégia faz com que eles não sejam vistos pelos possíveis predadores. À noite saem para caçar, se alimentando principalmente de insetos que apanham durante o vôo.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades

Foto: Aloísio Ritter

Dentre as espécies de aves, algumas corujas estão também bem adaptadas aos ambientes em que vivem, camuflando-se nos troncos de árvores que pousam para descansar ou para observar suas possíveis presas. Como as corujas utilizam a visão para caçar, muitas vezes elas ficam observando suas presas, até o momento exato para sair e atacar. Veja a coruja Megascosps asio, nativa da América do Norte, camuflada em uma árvore.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades

Foto: Graham McGeorge

Os aracnídeos também são bons na camuflagem. Você consegue ver a aranha-saltadora (Phaeacius lancearius) no tronco da árvore? Ela se alimenta de insetos que circulam pelos troncos das árvores e a sua camuflagem a deixa bem próxima de suas presas, não sendo percebida por elas.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades

Foto: Vipin Baliga

Outros artrópodes que eu acho muito interessantes são os louva-a-deus que habitam algumas espécies de orquídeas. Eles são tão semelhantes às orquídeas que às vezes não dá para saber onde termina o animal e onde começa a flor – um disfarce perfeito para capturar os insetos polinizadores que visitam as flores! Existem algumas espécies de aranhas que também ocorrem em flores, como as aranhas-caranguejo, e elas também aproveitam o disfarce semelhante à flores para capturar suas presas polinizadoras!

Conheça nossos cursos online!
Clique aqui.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades1

Alguns artrópodes são realmente muito curiosos devido ao formato de seus corpos! Vejam como esse artrópode é extremamente parecido com uma folha. Isso não é incrível? Não é à toa que eles são conhecidos como bicho-folha (família Phyliidae)! A camuflagem destas criaturas é tão perfeita, que é praticamente impossível um predador (como uma ave) encontrá-las nas folhas verdes.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades1

Foto: Yvonne Späne

Como já havia dito, a camuflagem pode estar presente em vários grupos animais, inclusive nos grandes mamíferos. Veja só esse leão camuflado nos campos da savana africana. Para nós ele pode até não parecer camuflado, mas, nessa vegetação o leão se torna praticamente invisível para suas presas, como as zebras, búfalos, gazelas e outros grandes mamíferos herbívoros. Deste modo, ele pode se aproximar vagarosamente das presas e atacar no momento certo.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades1

Foto: Carl Nicholson

Uma outra espécie de mamífero também pode passar despercebida por nós e por outros animais: a girafa. Pelo formato do corpo, com pescoço e patas longas, em alguns ambientes com árvores a girafa pode se camuflar perfeitamente. Essa camuflagem é muito importante especialmente aos filhotes, pois, a maioria é morta por leões, hienas, leopardos e cães-selvagens.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades1

Foto: Art Wolfe/Caters News

Nos brejos e em áreas úmidas existem alguns animais que também podem ser invisíveis aos nossos olhos e aos olhos de seus predadores ou presas. Eu estou falando dos anfíbios anuros, ou melhor, dos sapos, pererecas e rãs! Veja só como esta rã do gênero Aglyptodactylus se camufla no meio das folhas de uma floresta em Madagascar. Os predadores com certeza terão dificuldade para capturá-las, se é que vão conseguir.

camuflagem-exemplos-e-curiosidades1

Foto: Warren Photographic

Com estes exemplos, nós podemos observar que a camuflagem pode estar presente tanto em predadores como nas presas e em diferentes grupos de organismos. Porém, nem sempre a camuflagem é tão bela quanto parece. Para um animal que se camufla sobreviver, seu habitat precisa estar preservado. Se o animal perder o seu habitat, ele estará visível para uma série de possíveis predadores ou então passará a ser notado por suas presas, de tal forma que a espécie pode ser muito prejudicada e até mesmo ser extinta dependendo do grau de impacto causado por nossa espécie em seus habitats.

 

Você sabe a diferença entre mimetismo e camuflagem? Aprenda agora: