Descrição

O curso Anfíbios e Répteis, por meio da Educação a Distância, oferece aos profissionais da Biologia, Veterinária e demais interessados o conhecimento sobre a classificação, biologia e ecologia de anfíbios e répteis e muito mais.

Turma disponível: Mensal

Carga horária: 80 horas

Duração: 30 dias

Conteúdo

  • Classificação, diversidade e ecologia de amphibia;
  • Importância dos anfíbios; 
  • Classificação dos anfíbios;
  • Ordem anura;
  • Famílias pertencentes à ordem anura;
  • Amphignathodontidae;
  • Arombatidae;
  • Brachycephalidae;
  • Bufonidae;
  • Centrolenidae;
  • Ceratophryidae;
  • Craugastoridae;
  • Cycloramphidae;
  • Eleutherodactylidae;
  • Dendrobatidae;
  • Hemiphractidae;
  • Hylodidae;
  • Leiuperidae;
  • Hylidae;
  • Leptodactylidae;
  • Microhylidae;
  • Pipidae;
  • Ranidae;
  • Strabomantidae;
  • Ordem gymnophiona;
  • Família pertencente à ordem gymnophiona;
  • Rhinatrematidae;
  • Caeciliidae;
  • Ochthyophiidae;
  • Ordem caudata ou urodelafamília da ordem caudata;
  • Sirenidae;
  • Hynobiidae;
  • Cryptobranchidae;
  • Proteidae;
  • Rhyacotritonidae;
  • Amphiumidae;
  • Plethodontidae;
  • Salamandridae;
  • Ambystomatidae;
  • Diversidade de anfíbios;
  • Diversidade de anfíbios e os biomas brasileiros;
  • Campos sulinos;
  • Mata atlântica;
  • Cerrado;
  • Amazônia;
  • Pantanal;
  • Caatinga;
  • Características gerais dos anfíbios;
  • A pele dos anfíbios;
  • Cor dos anfíbios;
  • Órgãos do sentido;
  • Sistema circulatório;
  • Sistema respiratório;
  • Sistema digestório;
  • Sistema excretor;
  • Sistema reprodutor;
  • Ovos e larvas;
  • Metamorfose;
  • História natural e ecologia;
  • Hábitos alimentares;
  • Estratégias reprodutivas;
  • Modos reprodutivos;
  • Vocalização;
  • Corte e fertilização;
  • Cuidado parental;
  • Mecanismos contra perda de água;
  • Mecanismo de defesa contra predadores;
  • Mecanismos antipredadores;
  • Classificação, diversidade e ecologia de reptilia;
  • Importância dos répteis;
  • Classificação dos répteis;
  • Subclasse anapsida;
  • Ordem testudinae;
  • Emydidae;
  • Testudinidae;
  • Geoemydidae;
  • Kinosternidae;
  • Cheloniidae;
  • Dermochelyidae;
  • Chelidae;
  • Podocnemididae;
  • Subclasse diapsida;
  • Ordem squamata;
  • Subordem amphisbaenis;
  • Amphisbaenidae;
  • Subordem sauria (lacertilia);
  • Iguanidae;
  • Hoplocercidae;
  • Leiosauridae;
  • Polychrotidae;
  • Liolaemidae;
  • Tropiduridae;
  • Phyllodactylidae;
  • Scincidae;
  • Sphaerodactylidae;
  • Anguidae;
  • Gekkonidae;
  • Teiidae;
  • Gymnophthalmidae;
  • Subordem ophidia;
  • Boidae;
  • Anomalepididae;
  • Leptotyphlopidae;
  • Typhlopidae;
  • Aniliidae;
  • Propidophiidae;
  • Colubridae;
  • Elapidae;
  • Viperidae;
  • Ordem rhynchocephalia;
  • Sphenodontidae;
  • Ordem crocodilia;
  • Alligatoridae;
  • Crocodylidae;
  • Gavialidae;
  • Diversidade dos répteis;
  • Diversidade de répteis nos biomas brasileiros;
  • Campos sulinos;
  • Pantanal;
  • Amazônia;
  • Cerrado;
  • Caatinga;
  • Características gerais dos répteis;
  • Estrutura do corpo e locomoção;
  • Tegumento;
  • Sistema nervoso e órgãos dos sentidos;
  • Sistema circulatório;
  • Sistema respiratório;
  • Sistema digestório;
  • Sistema excretor;
  • Sistema reprodutor;
  • História natural e ecologia dos répteis;
  • Hábitos alimentares;
  • Estratégias reprodutivas;
  • Ciclos reprodutivos;
  • Partenogênese;
  • Viviparidade;
  • Comportamentos reprodutivos;
  • Acasalamento;
  • Regulação de temperatura;
  • Defesa contra predadores;
  • Mecanismos antipredadores;
  • Conservação da herpetofauna;
  • Definindo áreas de conservação;
  • Principais causas de extinção e declínio das populações;
  • Declínio das populações de anfíbios;
  • Ameaças às tartarugas marinhas;
  • Destruição de habitat;
  • Introdução de espécie exótica;
  • Poluição ambiental;
  • Exploração comercial;
  • Alterações climáticas;
  • Doenças;
  • Métodos de amostragem;
  • Técnicas de eutanásia;
  • Técnicas de fixação de anfíbios;
  • A coleção científica;
  • Ofidismo;
  • Relação antrópica;
  • Diferenças entre serpentes peçonhentas e não peçonhentas;
  • Casos especiais;
  • Serpentes peçonhentas brasileiras;
  • Jararacas;
  • Corais;
  • Ação do veneno e sintomas;
  • Acidente botrópico;
  • Acidente laquético;
  • Acidente crotálico;
  • Acidente elapídico;
  • Primeiros-socorros;
  • A produção de soro;
  • Prevenção de acidentes;
  • Acidentes ofídicos no mundo;
  • Alguns mitos sobre serpentes.

Plataforma Online

Objetivos

O Portal Educação em suas atribuições, tem por objetivo oferecer aos profissionais e estudantes uma prática constante de atualização, por intermédio da EaD (Educação a Distância).Também visa disponibilizar aos participantes, acesso ao ensino de qualidade com eficácia no aprendizado, fornecendo   recursos tecnológicos inovadores, como conteúdo on-line, animações, videoconferência, exercícios de fixação e objetos de aprendizagem, que auxiliam na formação do cidadão contemporâneo, crítico e atuante na sociedade.

Objetivos específicos

  • Apresentar aos alunos a classificação atual e diversidade conhecida de espécies para os Anfíbios e Répteis;
  • O estudo dos aspectos ecológicos relacionados aos Anfíbios e Répteis;
  • O participante conhecerá quais são as principais serpentes peçonhentas do Brasil e como proceder em caso de acidente ofídico.

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCurso – Anatomia Humana
Próximo artigoCurso – Avaliação de Impacto Ambiental
Guellity Marcel
Biólogo de vida selvagem, mestre em Ecologia e Conservação e apaixonado por ciência e tecnologia. Tem interesse em ecologia de populações, ecologia do movimento, ecologia de paisagem e efeitos de mudanças climáticas na biodiversidade, especialmente em áreas úmidas. Atualmente trabalha com mamíferos de médio e grande porte (cervo, veado-campeiro, veado-mateiro, queixada) e jacarés em parceria com pesquisadores da Embrapa Pantanal.