Tudo sobre o curso de biologia - perguntas e respostas

COMO É O CURSO DE BIOLOGIA?
O curso de biologia ou ciências biológicas é, como o próprio nome diz, voltado para o estudo e compreensão das mais variadas formas de vida no planeta.

Ao longo da graduação, seja licenciatura ou bacharelado, o estudante cursará diversas disciplinas focadas no conhecimento biológico e suas relações com todos os elementos bióticos e abióticos, como por exemplo, anatomia humana, biologia celular, biologia molecular, ecologia, invertebrados, vertebrados, imunologia, genética, bioestatística, fisiologia animal e vegetal, morfologia vegetal, botânica, entre outras, além da disciplina de iniciação científica, ou outras semelhantes, no qual o acadêmico aprenderá a importância da pesquisa científica, bem como a importância da escrita científica e a publicação de artigos.


O curso ainda oferece aulas práticas em laboratórios diversos (genética, micologia, botânica, imunologia, etc) e também aulas práticas em campo, para coleta de dados de animai ou vegetais (ecologia, invertebrados, vertebrados, morfologia vegeta, etc).

QUANTOS ANOS DURAM O CURSO DE BIOLOGIA?
O curso de biologia dura em média 8 semestres (4 anos). Porém, existem casos em que o curso de licenciatura dura apenas 7 semestres, ou licenciatura e bacharel são juntos e o curso pode passar dos 8 semestres. Porém, na maioria das universidades, os cursos duram nessa faixa de 4 anos.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O CURSO DE BIOLOGIA LICENCIATURA E BACHAREL?
O biólogo que se tornará bacharel tem uma grande curricular voltada para o conhecimento mais afundo da pesquisa científica. Esse curso, foca na formação do biólogo pesquisador, que terá como mercado de trabalho diversas áreas e ou setores responsáveis por realizações de pesquisas, como órgãos do governo, empresas e ainda ONGs ambientais.

Já o curso de licenciatura, formará biólogos capacitados para dar aulas e atuar em meios sociais. O biólogo licenciado pode fazer tudo que o biólogo bacharel faz e ainda pode dar aulas para ensino médio e fundamental. O biólogo bacharel deve fazer um mestrado e então poderá dar aulas em universidade, ou, se quiser dar aulas em ensino fundamental e médio, deverá realizar um pouco do curso de licenciatura, estudando as disciplinas voltadas à educação.

QUAL É O PISO SALARIAL DO BIÓLOGO?
O deputado federal Danrlei De Deus Hinterholz, criou umprojeto de lei em maio de 2013 para regularizar a profissão do biólogo em relação à jornada de trabalho e piso salarial. Ele propôs que o biólogo deve ter 36 horas semanais de jornada de trabalho e o piso salarial fixo de 5 salários mínimos. Infelizmente até hoje, esse projeto de lei não foi aprovado!

Não existe piso salarial e sim recomendação do CFBio que sugere valores de honorários. O CFBio publicou a Instrução nº 04/2007, que dispõe sobre proposta (sugestão) de Tabela de Referência de Honorários para Biólogos (hora/trabalho). Sugerindo o valor mínimo da hora/trabalho para quatro grupos, de acordo com os anos de atividade efetiva após a graduação e a evolução profissional. Vale lembra que a referência de honorário destina-se ao Biólogo prestador de serviço autônomo e portador da Anotação de Responsabilidade Técnica – ART respectiva.

O QUE É ART? PRA QUE SERVE?
Anotação de Responsabilidade Técnica – ART. A Resolução CFBio nº 11/2003, estabelece que toda a prestação de serviço, (estudo, projeto, pesquisa, consultoria, perícia, parecer, relatório, laudo técnico, planos de gestão e quaisquer outros serviços na área de Biologia ou a ela ligados), realizados por pessoa física, ficam sujeitos a ART, que deve ser efetivada no Conselho Regional, em cuja jurisdição for exercida a atividade.

COMO E QUANDO DEVO OBTER A ART?
A ART é individual e por serviço prestado. Então, toda vez que o biólogo for realizar uma atividade profissional deverá obter a ART. Em até 30 dias da data do início da prestação de serviço ou do exercício do cargo/função. As ARTs apresentadas fora do prazo ficam sujeitas à aplicação da multa prevista na Resolução CFBio nº 126/2007.

O QUE É TRT? PARA QUE SERVE? COMO E QUANDO DEVO OBTER O TRT?
Termo de Responsabilidade Técnica (TRT). A Resolução CFBio nº 115/2007 estabelece que a Pessoa Jurídica (PJ), cuja finalidade básica ou o objeto de sua prestação de serviço esteja ligada à Biologia e que tenha Biólogos em seus quadros, está obrigada à inscrição e registro no Conselho Regional de Biologia (CRBio), em cuja jurisdição exerça suas atividades. A inscrição da PJ no CRBio implica em nomeação de um Biólogo Responsável Técnico por meio de TRT. A TRT deve ser efetivada no Conselho Regional, em cuja jurisdição for exercida a atividade.

O BIÓLOGO PORTADOR DA TRT PODE SOLICIAR O REGISTRO DE ARTs?
Sim. São dois procedimentos distintos, pois o TRT vincula o Biólogo como Responsável Técnico de área(s) das Ciências Biológicas junto a uma Pessoa Jurídica, enquanto que a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) é registrada para a execução de um determinado trabalho.


QUANTO GANHA UM BIÓLOGO LICENCIADO E UM BIÓLOGO BACHAREL?
O biólogo bacharel ganha um salário, em média, entre R$ 2.500 a R$ 3.500, dependendo do local de trabalho. Muitas empresas de consultoria ambiental pagam valores próximos dos R$ 3.000,00 ou às vezes até muito mais, dependendo da quantidade de trabalho a ser realizado e a disponibilidade do biólogo. Porém, existem dezenas de concursos espalhados por todo o país que pagam muito bem, como por exemplo, o concurso do ICMBIO que pagará quase R$7.000,00 para biólogo recém-formado, atuando como analista ambiental. Existem centenas de ONGs que pagam este valor também. O biólogo licenciado, que atua nas escolas de ensino fundamental e médio, ganha entorno de R$2.500,00 tendo uma jornada de trabalho de aproximadamente 20 horas semanais.

Porém, quando o biólogo, bacharel ou licenciado, investe em pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado) os salários aumentam muito. Por exemplo, professores doutores de universidades federais, ganham em média R$10.000,00  para darem aulas e mais outros valores por realizarem pesquisas. Mestres, que dão aulas em universidades particulares, principalmente, ganham entorno de R$7.000,00.  Mas, se você quer ser mestre e doutor mas não quer dar aulas, existem ótimos empregos de pesquisadores em diversos órgãos do governo, como o IBAMA, ICMBIO, Instituto Butantan, empresas farmacêuticas, laboratórios de análises de DNA, Embrapa Gado de Corte, Embrapa Pantanal, Embrapa Cerrado e diversas outras Embrapas (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), que não só estuda melhoramento genético de animais e plantas, mas também atua na conservação da biodiversidade. Diversos geneticistas trabalham nas Embrapas, e ganham muito bem, assim como diversos biólogos especialistas em fármacos, biologia celular e molecular, bioquímicos, etc.

Existem concursos que pagam muito mais, como por exemplo, para perito federal ou estadual, onde o salário inicial, para recém-formado, ultrapassa os R$12.000,00.

QUAIS SÃO AS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO BIÓLOGO?
Existem três grandes áreas de atuação dos biólogos:

1. Meio ambiente e biodiversidade
2. Saúde
3. Biotecnologia e produção

Essas áreas são divididas em várias outras, totalizando quase 100 áreas de atuação para os profissionais biólogos, um campo muito amplo.


QUAIS ÁREAS SÃO AS MAIS RECONHECIDAS E QUE PAGAM OS MAIORES SALÁRIOS PARA BIÓLOGOS?
As áreas que atualmente estão se destacando são a Genética, Biotecnologia, Farmacologia e Bioquímica. Estas áreas atuam principalmente no desenvolvimento de produtos melhorados geneticamente, para produção de alimentos, por exemplo, ou ainda, nas áreas de produção de remédios, e, ainda, na produção de combustíveis, como o etanol e biodiesel. Diversas empresas nestes setores estão surgindo, e, devido à demanda das indústrias e o consumo constante, biólogos estão se destacando e ganhando muito bem.

Os salários variam muito. Não sei dizer quanto um chefe de laboratório numa empresa de produção de biodiesel, por exemplo, pode ganhar, mas com certeza ganha muito mais que R$10.000,00. Se o biólogo for dono de uma empresa, os ganhos são inquestionavelmente ainda maiores.

O QUE FAZ O CONSELHO FEDERAL DE BIOLOGIA (CFBIO) E O CONSELHO REGIONAL  DE BIOLOGIA (CRBIO)?
Os Conselhos Regionais foram criados para regular, orientar e fiscalizar a atividade profissional. São entidades criadas e fiscalizadas pelo Conselho Federal, órgão hierarquicamente superior: dele emanam resoluções para os Regionais. Os Conselhos Regionais têm seu espaço de atuação delimitado por resoluções emanadas do CFBio. Muitas vezes, estão impedidos legalmente de fazer mais pela profissão, senão estarão invadindo a área de outras instituições, como associações e sindicatos.

TODO BIÓLOGO PRECISA TER REGISTRO NO CRBIO?
Não! Porém, é interessante que todos tenham, para que possam atuar em todas as áreas que são regulamentadas pelo CFBIO e CRBIO. Se um biólogo quiser atuar em diversas outras áreas e ele não tiver o registro em seu respectivo conselho, ele não poderá atuar, e, se for pego atuando de forma ilegal, as multas são grandes.

PORQUE DEVO ME REGISTRAR?
Deve se registrar porque a Lei nº 6.684/79, que regulamenta a profissão de Biólogo, estabelece que o exercício profissional somente será permitido se você portar a Carteira e a Cédula de Identidade Profissional de Biólogo(a), expedida pelo Conselho Regional de Biologia da jurisdição onde mora. E só poderá realizar suas atividades profissionais em qualquer modalidade de relação trabalhista ou empregatícia, e participar de concursos públicos, se estiver registrado(a).

Acessem o site do CFBIO e saibam mais! Não deixem de ver o site do CRBIO da sua região:
CRBio-01, abrange os estados de São Paulo (sede), Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; 
CRBio-02, abrange os estados do Rio de Janeiro (sede) e Espírito Santo;
CRBio-03, abrange os estados do Rio Grande do Sul (sede) e Santa Catarina; 
CRBio-04, abrange os estados de Minas Gerais (sede), Goiás e Tocantins e o Distrito Federal; 
CRBio-05, abrange os estados de Pernambuco (sede), Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe; 
CRBio-06, abrange os estados do Amazonas (sede), Acre, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima; 
CRBio-07, o estado do Paraná (sede).

30 comentários:

  1. Nossa, eu queria saber que realidade de mercado é essa pq devo estar morando num país muito diferente. Aliás, eu e uma glr que participa de grupos de concursos, e grupos de vagas de emprego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu estiver qualificado, vou conseguir meu emprego. Acho que todos podem do mesmo jeito que eu vou poder. Sempre existem vagas, o que falta são pessoas dispostas a mudarem de estado, de cidade. Muitas querem arrumar um trabalho do lado de casa, no mesmo bairro ou na mesma cidade e reclamam de falta de emprego. Não estou dizendo que você faz isso, não. Estou dizendo que as pessoas não querem sair de suas zonas de conforto. Talvez esse seja o grande problema e por isso muitos reclamam. Acham que o curso de biologia é como direito, que é só se formar e sair ganhando dinheiro. Ainda assim, até para quem fez direito, se não for um bom profissional, é difícil ganhar dinheiro.

      Eu mal colei grau e recebi algumas propostas de trabalho em consultorias. Eu não fui porque eu preferi estudar para o mestrado. Quanto a concursos, realmente são mais difíceis, mas, eu já achei várias vagas em diversas cidades de interior, muitas mesmo. Para quem é recém-formado e já quer trabalhar, é ótimo. Aqui na minha cidade, no interior do MS, com 20.000 habitantes, contratam biólogos.

      O correto é fazer uma rede de contatos. Graças à minha rede, eu recebi propostas de trabalho e posso sempre entrar em contato com estas pessoas quando precisar fazer algum dinheiro. Eu vejo todos os grandes apaixonados pelas suas pesquisas, pelos seus trabalhos, vencerem na vida, passarem em concursos, etc. Porque eu também não poderei fazer isso? Só vai depender de mim, de você, dos outros biólogos, porque vagas sempre existirão, já profissionais qualificados para ocupar as vagas, não.

      Farei um post sobre isso em breve. Talvez ajude quem precisa de umas dicas.

      Excluir
  2. Vou fazer Lincenciatura,mas não quero dar somentes aulas,quero fazer pesquisas também e se possível algum concurso não ligado a educação. É possível,ou preciso também ser bacharel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anônimo, tudo bem?
      Claro que sim. É só terminar a licenciatura e fazer mestrado/doutorado.
      Licenciados podem fazer pós-graduação com pesquisas também!

      Excluir
  3. Marcel,
    Concordo plenamente com você, que faz o mercado é o bom Profissional.
    Sucesso, parabéns.
    Desejo cursar Biologia, não vejo a hora, sinto apenas pelo tempo que perdi. Hoje com 39 anos, descobri o que realmente me motiva.
    Abraços.
    Celia Nunes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Celia, tudo bem?
      Fico muito feliz por você. Será uma ótima bióloga!

      Sucesso em sua caminhada!

      Excluir
  4. oi marciel , eu queria saber quantos pontos da para fazer ciências biológicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo. Não faço a menor ideia! :/
      Sinto muito.

      Abração!

      Excluir
  5. Olá Marcel, tudo bom?

    Primeiramente parabéns pelo seu trabalho! Assim como todos que acompanham, fico muito agradecida pois encontro muitas informações super úteis que não encontram em nenhum outro lugar.
    Marcel,vou me formar em Engenharia Ambiental agora e estou super frustrada com a área. Vi que gosto muito mais da parte ambiental, de animais mesmo (mamíferos, vertebrados...) e que, como Engenheira, não posso ter contato com eles ou fazer muito pela conservação das espécies.
    As minhas dúvidas são as seguintes: Se eu fizer um mestrado na área de ecologia para conservação , eu posso atuar como bióloga? Monitorando, tendo contato, etc...
    Na área de pesquisa, posso atuar em laboratório/conservação?( visto que não gostaria de ficar me mudando, moro no Rio e pretendo logo ter filho)

    Este é o mestrado que eu estava pesquisando: http://www.ppgecologia.biologia.ufrj.br/index.php?option=com_content&task=view&id=294&Itemid=10

    Como eu atuaria, sendo Engenheira, com este mestrado?

    Te peço essa ajuda, Marcel, com sua opinião. E desde já agradeço imensamente sua boa vontade!


    Thayssa Rangel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biogeografia da conservação, ecologia de paisagens, manejo de espécies de mamíferos
      Biologia da Conservação, manejo de espécies e populações de mamíferos
      Efeitos da fragmentação de habitats sobre a biodiversidade, conectividade funcional em paisagens 
      Biogeografia da conservação, políticas públicas e monitoramento da biodiversidade
      Biogeografia, modelagem espacial, sistemas geográficos de informação, ecologia de paisagens
      Biogeografia da Conservação, SIGs e efeitos de mudanças climáticas sobre a biodiversidade
      Conservação da biodiversidade, ecologia de aves.

      Essa linha de pesquisa inclui essas "áreas" se é que assim que posso chamar, que são meu objetivo.

      Excluir
    2. Olá, Thayssa. Tudo bem?
      Show de bola. Pode atuar sem medo, mesmo sendo da engenharia ambiental! Por exemplo, a Patrícia Médici é uma grande bióloga por natureza, pesquisadora especialista em antas, reconhecida no mundo todo, mas é formada em Ciências Florestais! (Detalhes aqui: http://tapirconservation.org.br/team-members/).

      Recentemente conheci uma menina que é engenheira ambiental e vai prestar prova para o mestrado em ecologia e conservação aqui e pretende trabalhar com porcos selvagens.

      Ou seja, só depende de sua especialização! Mergulhe de cabeça no mestrado e doutorado e vai ser uma especialista no que quiser!

      Abração!

      Excluir

    3. Entendi... estou vendo o site e ela realmente tem contato com o animalzinho.. muito bacana!
      Obrigadíssima pela sua atenção!

      Um abraço!

      Excluir
  6. Olá Primeiramente parabéns pelo seu trabalho!
    Gostaria de saber se no curso de bacharelado em biologia eu encontrarei muita matemática pela frente , pois amo biologia e passei na federal,porém tenho dificuldade em matemática !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem amigo(a) anônimo(a)?
      Fique tranquilo(a)! Prepare-se para o mundo real. A vida é assim! Todos nós devemos enfrenar alguns desafios.

      Eu sempre fui péssimo em matemática, também. Hoje, me identifico muito com bioestatística e quero aprender o máximo que eu puder, pois aprendi a reconhecer a importância dos números em minha profissão.

      Você vai passar em todas disciplinas que envolverem matemática. Você é capaz! Pare de ter medo de algo que nem sequer chegou a vivenciar. Apenas estude muito e estude muito mais quando chegarem as disciplinas que você tiver dificuldade. A rapadura é doce mas não é mole, não!

      Conte comigo em sua caminhada.

      Abração!

      Excluir
  7. Marcando pra ler!!Estou muito empolgado!!

    ResponderExcluir
  8. Cara quero te agradecer pelo lindo trabalho que você anda fazendo. Eu gostaria de fazer algumas perguntas. Como você acha que está o mercado de trabalho para um biólogo marinho?
    Ja que o curso de Ciências biológicas é integral é possível estudar tranquilamente? O curso Integral é uma péssima escolha e realmente vc tem que pensar 1000 vez antes de querer fazer?
    Eu amo biologia, simplesmente a biologia marinha. Porém, fico receoso em saber que Ciências Biológicas é integral em dois turnos. É possível fazer tranquilamente? Se puder me responder serei eternamente grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Leandro. Tudo bem?
      O mercado de trabalho está bom, como sempre. Eu digo isso para todos e torno a dizer à você: não se prenda só ao Brasil! Tem o mundo todo para conhecer, vários lugares para poder trabalhar. Você tem que sonhar grande, para conquistar grandes objetivos! Altos e baixos existem em todas as profissões.

      Não acho que curso integral seja ruim não, principalmente se você tem condições de estudar e isso não vai te atrapalhar. Se você vai cursar integral, é melhor ainda para passar mais tempo na universidade, conhecer professores e pesquisadores, fazer boas amizades, aprender mais, etc. Estudar nunca é ruim.

      Agora se você precisa trabalhar, fazer um curso integral pode ser ruim. Só nesse sentido, porque ademais, você só tem a ganhar num curso integral.

      Se muitas pessoas cursam, porque você não poderia?

      Abração!

      Excluir
  9. Olá! Nossa esse post seu me acalmou uns 100% estou indo esse mês pra MS cursar bacharelado em ciências biológicas pela federal. Quero atuar na área de biotecnologia, genética. Eu estava super aflita sobre ter feito ou não a escolha certa, mas depois de ler tantas coisas sobre pode dar tudo certo! O fato é que é necessário especializações, mestrado e doutorado, como qualquer outra área. Parabéns pelo trabalho por aqui, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga anônima, tudo bem?
      Seja bem-vinda à minha terra!

      Que bom que está feliz e animada.
      Conte sempre comigo em sua caminhada.

      Obrigado pelo elogio.

      Abração!

      Excluir
  10. Poxa Guellity, eu te admiro muito, estou cursando o 2° ano, no Instituto Federal do Paraná, minha área do curso técnico é das exatas, porém sou apaixonado por humanas, e claro, biologia. Minha professora terminou doutorado recentemente, para mim ela é espetacular assim como vejo seus posts. Tenho medo de cursar ciências biológicas , pois tenho tripofobia, no entanto, pretendo ainda vencer essa fobia e quem sabe ser um doutor na área biológica. Tenho interesse em bacharel, colocar a mão na massa rsrs, e também sempre quis trabalhar em um Zoológico. Parabéns pelo sei trabalho, espero um dia chegar ao menos nos seus pés, continue assim amigo .

    ResponderExcluir
  11. Poxa Guellity, eu te admiro muito, estou cursando o 2° ano, no Instituto Federal do Paraná, minha área do curso técnico é das exatas, porém sou apaixonado por humanas, e claro, biologia. Minha professora terminou doutorado recentemente, para mim ela é espetacular assim como vejo seus posts. Tenho medo de cursar ciências biológicas , pois tenho tripofobia, no entanto, pretendo ainda vencer essa fobia e quem sabe ser um doutor na área biológica. Tenho interesse em bacharel, colocar a mão na massa rsrs, e também sempre quis trabalhar em um Zoológico. Parabéns pelo sei trabalho, espero um dia chegar ao menos nos seus pés, continue assim amigo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedro! Tudo bem?
      Que isso! Você vai ser um grande biólogo, tenho certeza.

      Não precisa ter medo só por causa da tripofobia. Você nem sequer verá algo que te cause fobia. Pode ficar tranquilo. rsrs

      Te desejo toda a sorte do mundo.
      Nunca deixe ninguém de desanimar e será um grande ser humano e um excelente biólogo, mestre, doutor.

      Pensamento positivo, sempre.

      Abração!

      Excluir
  12. Olá marciel quero trabalhar cm animais selvagem e plantas mais ñ sei cm se chamar essa área. Mim diz aii por favor??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem amigo?
      Bom, você pode fazer Ecologia.
      Ela é muito ampla e te permite trabalhar tanto com animais quanto com vegetais.

      Abração!

      Excluir
  13. Quero ser um biologo mais ñ sei o nome dessa área?? Mim ajuda aii por favor??

    ResponderExcluir
  14. Ola quero fazer Ciencias Biologicas -bacharel...te pergunto depois do termino deste p fazer a licenciatura vc sabe me dizer mais qto tempo terei de cursar...bgduuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Beatriz. Tudo bem?
      Depende do que você estudar na graduação bacharel. Se conseguir eliminar muitas matérias que são comuns em ambos os cursos, você terá de fazer apenas as matérias de licenciatura voltadas para a educação (que não existem no bacharel).

      Creio que em um ano, um ano e meio, você faz licenciatura também.

      Porque não fazer mestrado, doutorado e ser pesquisadora? Fazer 1 ano e meio de licenciatura é quase que um mestrado (2 anos), ganhando 1.500 de bolsa.

      Pense nisso. Pense no que você quer ser e não no que os outros te dizem. Com certeza você já ouviu algo como: "tem que fazer licenciatura porque se nada der certo, você dá aulas". Dar aulas não é para quem não deu certo, dar aulas é algo muito bonito e que exige um grande talento e eu odeio quando as pessoas dizem isso porque é um total desrespeito para com nossos biólogos licenciados que fazem o que amam e são merecedores de muito aplausos por escolherem ensinar com amor mesmo diante desta situação horrível que o país se encontra!

      Quando alguém te falar algo do tipo, faça questão de dizer que dar aulas não é para qualquer um não, é para quem tem dom e amor de verdade.

      Desculpe o desabafo, mas é só crer no que você sonha e corra atrás para conquistar!

      Abração.

      Excluir
  15. Esse é meu ano de vestibular (e último do ensino médio) e eu estava entrando em pânico porque vi muitos biólogos e biomédicos falando sobre salários péssimos, dificuldade de achar emprego, mudando de área por isso. Esse post deu uma animada em mim, espero que no estado de SP tenha várias oportunidades assim quando eu me formar (e as áreas de bio que eu mais gosto são justamente as que envolvem genética, células e essas coisas). Ser bióloga me parece algo maravilhoso, mas todos os comentários estavam me deixando meio assustada, rs.
    Agora outra coisa que me deixa com um pouco de medo, como é ser pesquisador aqui? Pesquisa científica no Brasil me parece meio fraca. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte ter medo e receio, isso é o que nos coloca no chão e nos faz pensar mais. Porém, existem biólogos que só querem ganhar dinheiro e esquecem que devem fazer algo que amam para serem bons profissionais. Quando você faz o que gosta, automaticamente se torna um especialista nisso. Sendo especialista em algo que você ama, os empregos virão como consequência.

      A maioria das pessoas que reclamam da profissão, faz uma coisa muito, muito errada: "ai eu quero arrumar um emprego top na minha cidade, perto da minha casa". E quando não encontram NADA, começam a reclamar, xingar. Cara, olha o Brasil todo aí com milhares de portas abertas, é só sair atrás dos trampos, desde que esteja qualificado. As oportunidades de trabalho não são ruins como as pessoas dizem, não. O que é ruim é que elas querem ficar acomodadas, sem sair da cidade que gostam, para buscar emprego e se sentem frustadas. Isso não existe! Quem quer trabalhar, saí e vai construir o futuro que deseja.

      Todos os pesquisadores que conheci saíram de suas cidades para assumir concursos em outros estados. Tem gente do MS que foi para Roraima, Paraíba, etc. Tem gente dessas regiões que foram para o Sul do país, e por aí vai. Emprego bom não surge na esquina, não.

      Outra coisa, se existe o Brasil todo e a pessoa não quer nem sair da cidade que ela mora, jamais ela irá ser uma boa profissional no exterior.

      Ou seja, quem quer trabalhar e é bom no que faz, consegue emprego. Seja aqui, seja na China.

      Eu gosto dessas pessoas que só sabem reclamar da profissão, porque sobra mais emprego para os que querem trabalhar e fazer um trabalho sério e dedicado.

      Não deixe ninguém te desanimar, não!
      Eu vim do mato, sou caipira, nunca passou pela minha cabeça que pisaria numa faculdade, e hoje estou fazendo mestrado e me programando para ir estudar fora no PhD (tudo de graça, através do governo).

      Quem quer, consegue. Simples assim. E oportunidades não faltam, não! O governo tem manda para qualquer país que quiser ir, por 1 ano ou mais, quando já estiver no 2º ano da faculdade - tudo free. Além disso, banca mestrado profissional, PhD, em qualquer lugar que você quiser estudar. É só querer!

      Ainda com todas essas oportunidades, tem gente na casa do papai e da mamãe reclamando no twitter e facebook, que a profissão é ruim, que não existe emprego, mimimi mimimi.

      Enfim. Não deixe esse tipo de gente te desanimar, jamais.
      Tenha fé em você, faça o que ama e seja quem você quiser ser. Só você pode decidir isso, é a sua vida!

      Eu acredito em você e no seu potencial. E você?

      Abração!

      Excluir

© Copyright 2014. Website by Way2themes - Published By Gooyaabi Templates