As aulas de biologia do ensino médio nos ensinam que o sistema circulatório bombeia sangue e o sistema digestivo movimenta e quebra o alimento que ingerimos. Mas as aranhas-do-mar aparentemente ignoraram essa lição: elas bombeiam sangue usando o sistema digestivo.

Os pesquisadores descobriram a notável estratégia fisiológica depois de injetar corantes nas aranhas-do-mar (classe Pycnogonida) – habitantes comuns dos oceanos em todo o mundo, chamadas desta forma devido a semelhança com as aranhas terrestres.

Observando o fluxo de sangue, eles notaram que os corações dos animais batiam fracamente. Entretanto, o sistema digestivo – que é excepcionalmente extenso em aranhas-do-mar, se estendendo em cada perna – estava se contraindo e movendo o alimento no intestino bem como sangue na cavidade circundante (hemocele, o equivalente às veias e artérias das aranhas terrestres).

Experimentos adicionais usando 12 espécies de aranhas marinhas da Antártica e dos Estados Unidos confirmaram que as contrações intestinais impulsionam o fluxo de sangue e oxigênio neste grupo de artrópodes, conforme artigo publicado na revista Current Biology.

Não está claro exatamente por que o sistema digestivo faz esse trabalho, mas essa adaptação oferece vantagem a estes artrópodes, já que podem economizar energia com contrações intestinais que movem comida e sangue ao mesmo tempo.

As aranhas-do-mar também têm uma necessidade incomum de mover o oxigênio de suas extremidades para o núcleo de seus corpos, porque não têm brânquias, e a maior parte do oxigênio é absorvida pela difusão através da superfície das pernas longas.

É a primeira vez que um sistema de bombeamento de sangue como esse foi encontrado na natureza, mas os autores suspeitam que outros animais podem fazer algo parecido.

Acesse o artigo: 
> Respiratory gut peristalsis by sea spiders

Fonte: Science.